> > > Carmos Boutique Hotel

Carmos Boutique Hotel

Carmos Boutique Hotel
Localizado no eixo de uma reserva ecológica e agrícola, o hotel tem projeto que restaura uma casa em ruínas e constrói outro edifício interligado pelo percurso do lote em declive Foto/Imagem:Divulgação Atelier Carvalho Araújo

Traços rurais

A histórica Vila de Ponte de Lima, localizada na região do Minho, Portugal, preserva traços rurais, vegetações e linhas de água que permeiam o terreno. No eixo de uma reserva ecológica e agrícola foi concebido o Carmo's Boutique Hotel, uma construção que respeitou o terreno natural.

"Restou ao hotel a cota mais baixa do lote, onde já existia uma casa em ruína. O declive acentuado desde a entrada pediu um projeto que resolvesse todo o percurso pelo edifício e, ao mesmo tempo, que criasse plataformas exteriores para atividades lúdicas", afirma o arquiteto José Manuel Carvalho Araújo, do escritório de mesmo nome.

Dois volumes, um hotel

A restauração da casa manteve sua forma e material originais. Por isso, foi revestida por pedra e teve a cobertura inclinada. Ela concentra as zonas sociais no "piso zero", os serviços e o SPA no "piso menos um". As suítes ficam nos pavimentos superiores.

Para aumentar a quantidade de alojamentos, foi construído outro edifício – esse liberto das limitações do partido principal. Ele é demarcado por uma caixa em concreto branco e sua concepção estrutura todo o terreno. Abriga quartos e suítes e tem uma cobertura em jardim que permite criar a cota da piscina, onde se desenvolvem outras atividades exteriores, como o picadeiro de cavalos, abrindo-se para o vale do Rio Lima.

"Essa dualidade entre os elementos escolhidos para os dois edifícios – a robustez da pedra e o branco do concreto – sintetiza perfeitamente a ideia do que é a Vila de Ponte de Lima: um tecido rural com construções de apoio agrícola, casas nobres e palacetes, com volumes limpos na paisagem", conta o arquiteto.

A tensão entre estas duas construções passou a ser o mote para o desenvolvimento do projeto, que cria uma relação de “cordão umbilical” entre os volumes, interligados pelo percurso do lote.

Conforto térmico

Desde a composição de portas e pavimentos, com aplicação de barreiras acústicas, até a projeção das fachadas e das paredes divisórias, houve uma grande preocupação com as questões térmicas e acústicas.

Levou-se em consideração o fato de a zona em que se localiza o hotel ser termicamente sensível, com grandes amplitudes térmicas, o que exigiu o uso de soluções isolantes.

"A construção em concreto branco obriga a um sistema de isolamento térmico pelo interior, com a aplicação de barreiras 'para-vapor' a fim de evitar os condensados. Na construção de pedra foi aplicado o sistema de fachada ventilada, em que a pedra atua como um revestimento independente da impermeabilização, que é feita por trás do isolamento térmico, aplicada na parede", detalha José Manuel Carvalho Araújo.


Escritório

Carvalho Araújo7 projeto(s)

Local: GE, Portugal
Início do projeto: 2008
Conclusão da obra: 2012

Tipo de obra:
Hotéis
Tipologia:
Lazer e Turismo

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo