> > > NAU Frutos do Mar Natal

NAU Frutos do Mar Natal

NAU Frutos do Mar Natal
Envolvido por uma extensa malha metálica que se assemelha a uma rede de pesca, o projeto do restaurante NAU, em Natal, reproduz com precisão sua culinária de frutos do mar Foto/Imagem:Vilmar Costa

Influência náutica

Por ser especializado em frutos do mar, este restaurante localizado em Natal (RN) tem uma temática náutica que foi trabalhada de forma peculiar em sua arquitetura. O escritório L. Maia Arquitetos criou uma extensa malha metálica que se assemelha a uma rede de pesca – leve e maleável – para envolver todo o volume exterior do projeto arquitetônico.

O NAU Frutos do Mar Natal está localizado no bairro Capim Maio, próximo à UFRN (Universidade Federal do Rio Grande do Norte) e ao turístico Parque das Dunas. Inaugurado em 2015, é o terceiro de quatro unidades espalhadas pelo Brasil.

“Desenvolvemos simultaneamente os projetos de arquitetura e de interiores do estabelecimento, pois acreditamos que, dessa forma, o resultado seria mais coerente e harmonioso, além de fortalecer a identidade proposta pelo restaurante”, comenta o arquiteto Leonardo Maia.

Rede de pesca

O NAU foi implantado num terreno de 6.000 m², cujo desnível acentuado permitiu que a nave central fosse posta em balanço sobre um espelho d’água, trazendo este elemento simbolicamente para o conjunto e valorizando o volume. Neste grande lote de três frentes, uma praça verde se mescla à área de estacionamento e faz a transição entre a rua e a edificação.

NAU Frutos do Mar Natal - Influência náutica
A malha metálica diversas partes perfura o teto e cria grandes poços de iluminação natural nas áreas internas do salão Foto: Vilmar Costa

A nave central conta com um grande rasgo no teto, em formato de domus, que permite observar boa parte da “rede de pesca”. Essa malha metálica externa, que envolve todo o restaurante e em diversas partes perfura o teto, garante porosidade ao prédio e cria grandes poços de iluminação natural nas áreas internas do salão.

Segundo o arquiteto, o programa ganhou uma clara setorização espacial, organizada em quatro blocos principais: a entrada, um grande salão de mesas, outro para pequenos eventos e um para as áreas de serviço, como cozinha, câmaras frias, estocagem, lavagem e administração.

Temática marítima

Para o projeto de interiores do restaurante, foram usados peças e materiais com temática marítima, como bases de mesa e pendentes feitos de canoas, luminárias desenvolvidas a partir de cordas náuticas, uma ampla adega em formato de container e escotilhas que substituem as janelas.

“No interior do NAU usamos tons de madeira, concreto aparente, peças decorativas em tons de azul, iluminação aconchegante e pontual, decoração com variedade rica de plantas e uma parede desenvolvida artesanalmente com conchinhas naturais escolhidas pessoalmente pela proprietária do restaurante”, complementa Maia.

Fachadas que protegem

A locação do edifício em uma cidade de clima tropical fez com que sua fachada e estrutura estivessem ligadas à direção dos ventos e aos percursos solares. Os volumes, perpendiculares entre si, foram posicionados de maneira a aumentar o número de superfícies para sudeste.

As fachadas mais expostas à incidência solar foram protegidas com planos mais espessos e recebem usos não permanentes. “O entorno do restaurante é composto majoritariamente por residências de um ou dois pavimentos, deixando-o mesclado ao gabarito da rua sem grandes impactos físicos”, conclui o arquiteto.

Veja outros projetos de restaurantes com temáticas na Galeria da Arquitetura:

Restaurante Swadisht, por Fernanda Jung

Bumbu Restaurante, por F:Poles Arquitetos Associados

Restaurante DAS, por Sotero Arquitetos


Escritório

Leonardo Maia Arquitetos4 projeto(s)

Local: RN, Brasil
Início do projeto: 2014
Conclusão da obra: 2015
Área do terreno: 6000
Área construída: 1600

Tipologia:
Comercial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo