> > > Auditório Moise Safra

Auditório Moise Safra

Auditório Moise Safra
Espaço para atividades de ensino e pesquisa impressiona por formas e texturas ousadas Foto/Imagem:Nelson Kon

Tradição repaginada

Com um projeto arquitetônico arrojado, o auditório Moise Safra, alocado nas adjacências do acesso principal do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, conta com infraestrutura completa para a realização de eventos, congressos, palestras, entre outras apresentações relacionadas a atividades de ensino, desenvolvimento e pesquisa.

O projeto adotou como premissa valorizar as tradições culturais sem abrir mão da modernidade. “O prédio procura representar aspectos da cultura e tradição judaicas, que permeiam toda a proposta arquitetônica”, afirma Arthur Brito, da Kahn do Brasil. De acordo com o arquiteto, as fachadas são revestidas por alumínio composto e vidro. O alumínio terracota partiu do plano diretor do hospital, em respeito à arquitetura do conjunto projetado por Jarbas Karman, em referência ao Pavilhão Vicky e Joseph Safra, também idealizado pela Kahn.

Respeito às tradições

Os revestimentos internos foram projetados remontando a arquitetura das sinagogas. A função de qualidade acústica e isolamento de ruídos externos determinou o projeto específico de densidade, ângulo e abertura dos painéis de madeira. Outra referência interna importante é a presença de iluminação natural em forma dramática, fazendo jus às sinagogas, que se utilizam da incidência de luz natural para ampliar o estado contemplativo do ambiente. Quando o evento demanda iluminação controlada, as aberturas podem ser completamente fechadas.

Distribuição

Uma parte do programa do edifício corresponde a 12 salas de aula, espaço para treinamento e coffee break, que se integram ao Centro de Educação em Saúde Abram Szjam (CESAS), um membro do complexo. O auditório abriga 500 lugares e conta com três subsolos de estacionamento, com capacidade para receber grande volume de veículos simultaneamente, para embarque e desembarque de passageiros, evitando que as condições de trânsito se agravem em dias de eventos. O espaço dispõe ainda de foyer e salão nobre para exposições no térreo e mantém um apartamento disponível para palestrantes visitantes no último pavimento.

Acessibilidade

Todas as áreas do auditório foram planejadas para atender às necessidades dos deficientes físicos: estacionamento e acesso direto a todos os pavimentos por elevadores, salas com portas de 110 cm de vão e sanitários PNE, além de rampa e plataforma com acesso direto ao palco e apartamento com portas e banheiros adaptados para visitantes com necessidades especiais.


Produtos utilizados nesta obra

Escritório

Kahn do Brasil1 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Início do projeto: 2009
Conclusão da obra: 2010
Área do terreno: 2.400.00
Área construída: 12.04372

Tipo de obra:
Centros Educacionais

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow Desenhos e plantas

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo