> > > Tetrys Pompéia

Tetrys Pompéia

Tetrys Pompéia
Tamanhos, cores, formas variadas, fachada lúdica e design inusitado são características marcantes do Edifício Tetrys Pompéia Foto/Imagem:Stein e Luz Arquitetos

Estrutura em Lego

A proposta para o Edifício Tetrys Pompéia atende a uma diversidade de tipologias de apartamentos pequenos, com qualidades diferentes entre si e com apelo de uma arquitetura contemporânea e forte. “As formas e molduras em tamanhos e cores variadas dão identidade ao projeto e são, na verdade, elementos estruturais para equalização da deformação dos balanços”, completa o arquiteto Lourenço Gimenes, do escritório FGMF Arquitetos.

“No início do projeto, tentamos identificar diversos condicionantes, como programa, volumes, identidade do entorno, vistas e insolação. Além disso, procuramos entender como o edifício poderia funcionar dentro de um contexto maior que a própria arquitetura”, conta.

Um dos principais focos foi tentar ajustar os poucos 21 m² da frente de forma positiva com o espaço público, evitando barreiras que tradicionalmente dão a falsa sensação de segurança em detrimento da área urbana. Assim, o edifício é implantado a partir da duplicação da calçada e se abre visualmente para a rua.

“A integração com a calçada é o principal elemento do projeto”, destaca o arquiteto como um dos diferenciais. A área térrea faz parte da paisagem urbana, e o jogo de pés-direitos simples e duplos criam um acesso generoso e informal. As unidades da direita têm maiores varandas para desfrutar da melhor vista e insolação.

Solução arquitetônica

O programa induziu a uma resposta estrutural que identifica e evidencia um design forte e único. “O que é curioso sobre esse projeto é o desafio de propor um prédio residencial sem barreiras habituais como muros e grades e sem abrir mão da segurança”, relata Lourenço.

Projeto de interior

O projeto de interiores assume uma linha contemporânea, jovem e despojada. Os apartamentos, embora pequenos, foram organizados de maneira a terem sempre mais de uma janela. O escritório dispôs as unidades com a frente maior, em relação à profundidade, permitindo uma qualidade superior de espaço para o usuário.

Iluminação e paisagismo

O projeto de iluminação revela soluções singelas que ressaltam os elementos estruturais, formando a identidade da fachada. No átrio, uma escultura de luz ilumina e cria um elemento singular. “Para o projeto de paisagismo optamos por um jardim rebaixado no acesso, espelho d’água e a escolha cuidadosa de materiais e vegetação, que transformam as áreas verdes em um dos grandes pontos de atenção da obra”, finaliza.


Escritório

FGMF Arquitetos36 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Início do projeto: 2015
Conclusão da obra: 2017
Área do terreno: 1.125
Área construída: 5.605

Tipo de obra:
Edifícios Residenciais
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo