> > > Fábrica VAE Voelstalpine

Fábrica VAE Voelstalpine

Fábrica VAE Voelstalpine
Escritório FGMF tira partido de ventilação cruzada para controle térmico de empreendimento Foto/Imagem:

Galpão adaptado

Quando o escritório FGMF Arquitetos pegou o esboço do projeto de um galpão fechado, com a construção pouco adequada às condições climáticas de Bacabeira, resolveu adaptar o programa de acordo com as necessidades da fábrica de desvios de trem VAE Voelstalpine.

O conceito arquitetônico deveria atender às normas do grupo internacional, além de prezar pela beleza e eficiência térmica – sem alterar o orçamento original.

O Galpão

O projeto manteve a funcionalidade e as dimensões inicialmente previstas, preservando os vãos livres e pés-direitos. Sua construção, de 30 m de largura, tem profundidade inicial de 60 m a ser estendida até 100 m – espaço necessário para a produção das peças.

O projeto prevê os vãos livres vencidos por treliças metálicas, pilares e fechamentos com blocos de concreto e telhas metálicas, compondo assim toda a estrutura destinada às atividades principais da fábrica, como por exemplo, a rotação de trilhos metálicos que atingem 24 m de comprimento.

O Projeto

O edifício é organizado de forma linear para facilitar o processo de carregamento dos trens. A fachada, frontal e lateral, integra-se com o entorno formado por jardins. Essa construção tira proveito da ventilação cruzada para controlar a temperatura quente marcante na região. Junto, está prevista a realização de um conjunto de residências temporárias e centro de convivência.


Escritório

FGMF Arquitetos36 projeto(s)

Local: MA, Brasil

Tipo de obra:
Indústrias
Tipologia:
Industrial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Slideshow
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo