> > > Casa do Cafezal

Casa do Cafezal

Casa do Cafezal
Desenvolvida pelo FGMF Arquitetos, a morada teve seu programa organizado a partir das vistas e insolação. Assim, foi disposta no topo do terreno, com a área de lazer logo abaixo Foto/Imagem:Rafaela Netto

Vistas incríveis

A Casa do Cafezal foi assim batizada porque o plano inicial dos seus proprietários era construir na zona rural. Mas os planos mudaram e ela acabou sendo projetada, pelo FGMF Arquitetos, em um terreno de 6.578 m², localizado em um condomínio fechado na cidade de Campinas (SP).

“Organizamos a casa a partir das vistas e da insolação. Assim, ela ficou situada no trecho mais alto do terreno”, comenta o arquiteto Fernando Forte.

Estrutura e forros

Uma estrutura metálica leve, com fechamentos em telhas termoacústicas, está presente na cobertura e nas laterais da residência. Na área interna, os arquitetos usaram revestimentos sustentáveis feitos por um composto de plástico e madeira natural.

O forro foi feito com vidros e estrutura metálica envelopada. O escritório optou pelo uso de sistemas pré-fabricados, de baixíssima manutenção. Este tipo de estrutura ainda traz outros benefícios como conforto térmico, facilidade de limpeza, maximização de luz natural, aquecimento solar, segurança, bom isolamento termoacústico, acessibilidade total na construção e salubridade.

Casa do Cafezal - Vistas incríveis<BR>
Os jardins envidraçados caracterizam alguns ambientes internos, como a sala de estar e a de jantar Foto: Rafaela Netto

Características marcantes

Duas características determinaram a construção da casa. A primeira foram os jardins envidraçados, que envolvem alguns dos ambientes internos. “Esses jardins começam pelo lado de fora da casa e continuam na parte interna, causando uma ilusão sobre os limites da construção e a relação com os arredores, favorecendo espaços integrados e a sensação de amplitude”, explica o arquiteto.

A segunda característica é a presença de pequenas aberturas no forro de madeira sintética destes jardins que, além de permitirem a entrada de iluminação natural, aumentam de forma vertical os espaços internos, o que possibilita a vista para o céu. O projeto de iluminação artificial, feito pelo arquiteto Marcos Castilha, foi realizado em sintonia com a arquitetura.

Layout simples e moderno

A Casa do Cafezal fica no topo do terreno e as áreas de lazer, como piscina, sauna, quadra de tênis de praia e churrasqueira, ficam na parte de baixo. A área social conta com um intensivo uso de vidro e se encontra em meio aos jardins. “É um projeto contemporâneo, limpo e simples”, conclui Fortes.

Veja outros projetos assinados pelo FGMF Arquitetos:

Casa Grelha
Casa Marquise
Casa Botucatu
Casa das pérgolas deslizantes
Casa Mattos


Produtos utilizados nesta obra

Fornecedores desta obra

Escritório

FGMF Arquitetos36 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Início do projeto: 2011
Conclusão da obra: 2014
Área do terreno: 6.578
Área construída: 964

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow

Ficha Técnica

  • Arquitetura: FGMF Arquitetos
  • Engenharia Estrutural - Estrutura de Concreto: Lestrut Engenharia
  • Gerenciamento/Coordenação: FGMF Arquitetos - Autores: Fernando Forte, Lourenço Gimenes e Rodrigo Marcondes Ferraz. Coordenadoras: Ana Paula Barbosa, Marília Caetano, Sônia Gouveia e Renata Davi. Arquitetos: Thyene Schmidt, Bruno Milan, Flávio Faggion, Juliana Nohara e Monica Harumi. Estagiários: Felipe Bueno e Carolina Matsumoto
  • Projeto de Iluminação: Castilha Iluminação
  • Projeto de Paisagismo: Daniel Nunes Paisagismo
  • Projetos de Instalações Hidráulicas/Elétricas: Gavazzi Engenharia
Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo