> > > Casa LL

Casa LL

Casa LL
A Casa LL foi projetada por Dayala+Rafael Arquitetura e reúne materiais naturais e diretrizes sustentáveis num programa simples e confortável totalmente integrado à natureza Foto/Imagem:Leandro Moura [Estúdio OnzeOnze]

Esculpida no cerrado

Projetada num terreno de 2.127 m² no Condomínio Aldeia do Vale, em Goiânia (GO), a Casa LL transmite encanto aos combinar seus espaços com uma bela vista da vegetação nativa do cerrado. Totalmente sustentável, esta morada, idealizada pelo escritório Dayala+Rafael Arquitetura, foi esculpida por elementos naturais para se moldar ao entorno.

Trata-se do lar de uma família, um jovem casal e seu filho único, que decidiu aposentar a vida no apartamento e na cidade para apreciar o contato diário com a natureza. O lote escolhido tem um forte apelo ecológico, uma região onde os moradores convivem constantemente com antas, veados e emas – animais silvestres bem comuns na área.

Programa em cotas

O projeto arquitetônico foi construído num terreno com declive de 10 m e no extremo de uma quadra. Com isso, o programa da Casa LL foi organizado em 552 m² e em três cotas.

A cota mais baixa é onde ficam a garagem, uma oficina de motos e uma adega. Já na cota média é onde acontece o acesso principal, levando para os setores sociais – salas de estar e jantar, cozinha, área de lazer e varanda – e íntimos – dormitórios e banheiros. Por fim, na cota superior ficam apenas as áreas de serviços e abastecimentos.

Diretrizes sustentáveis

Todos os ambientes dispõem de recursos tecnológicos. “A residência possui sistema de automação central que controla todas as atividades realizadas na edificação, como iluminação, condicionamento térmico, controle de acessos etc.”, conta o arquiteto Fábio Ângelo Rafael, um dos responsáveis pela projeção da casa.

A residência foi concebida basicamente em estrutura de concreto, com exceção da cobertura do pavimento onde foi implantada a sala de estar, que foi estruturada em aço Foto: Leandro Moura [Estúdio OnzeOnze]

O projeto possui diversos elementos que o tornam sustentável, entre eles, a geração de energia elétrica feita através de painéis solares, distribuídos em toda a extensão da cobertura. Vale destacar que o sistema está totalmente integrado à rede elétrica.

Há também um sistema de captação e aproveitamento das águas pluviais para reaproveitamento na irrigação do jardim, evitando a utilização de água potável em tarefas cotidianas.

Materiais naturais

A concepção do projeto, fortemente inspirado na arquitetura contemporânea brasileira, utiliza-se de elementos naturais tais como madeira e pedras para compor o jogo de volumes e o conjunto de sua composição. “O desafio foi utilizar materiais naturais, mas que se comportassem adequadamente ao clima da região Centro-Oeste, extremamente seco em alguns períodos e com alta umidade em outros”, comenta o arquiteto.

Para isso, a residência foi concebida basicamente em estrutura de concreto, com exceção da cobertura do pavimento onde foi implantada a sala de estar, que foi estruturada em aço.

Por fim, a máxima integração com a natureza foi a premissa básica para a elaboração do projeto, porém, era preciso resguardar a privacidade dos moradores. Para tanto, utilizou-se de grandes aberturas envidraçadas protegidas por brises deslocáveis em alumínio com pintura eletrostática padrão cortén.

Veja mais projetos de casas sustentáveis na Galeria da Arquitetura:

Casa M Jardins, por Drucker Arquitetos Associados

Casa Petro, por Fernanda Padula Arquitetura

Casa 01, por ES arquitetura

Escritório

Dayala+Rafael Arquitetura5 projeto(s)

Local: GO, Brasil
Início do projeto: 2017
Conclusão da obra: 2018
Área do terreno: 2.127
Área construída: 552

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow Desenhos e plantas

Ficha Técnica

Exibir mais itens

Receba gratuitamente os Boletins e
Informativos da Galeria da Arquitetura.

(55 11) 3879-7777

Fale conosco Anuncie

Outros produtos da e-Construmarket

novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo